Whey protein é só pra quem treina?

Quando pensamos em suplementos esportivos, o primeiro nome que nos vem à cabeça é a tão famosa whey protein; mas o que é necessariamente o whey?

 
Curiosidade: devemos falar “a whey protein ou “o whey protein”?
 

O que é whey protein?

 
Whey protein nada mais é do que a proteína do soro do leite, um subproduto parcial da fabricação de queijos, por coagulação da caseína, obtida pela adição de meios ácidos ou enzimas e através de diversos processos de filtragem. É uma proteína de alto valor biológico e de baixo peso molecular, favorecendo uma rápida absorção pelo organismo. Possui alto valor nutricional devido à elevada quantidade de aminoácidos essenciais e glutamina.
 

Benefícios da whey protein

 
Inúmeros são os benefícios da whey protein e vários estudos já demonstraram a grande aplicabilidade da suplementação de whey no esporte com efeitos sobre a síntese proteica muscular, redução da gordura corporal e melhora do desemprenho físico, além de outros benefícios: hipotensivo, antioxidante e de ajudar a reduzir o mau colesterol.
 
De acordo com um estudo de Terada e cols. (2009), os principais benefícios para praticantes de exercícios com pesos são: 

  1. Maior facilidade para o ganho de massa muscular, favorecendo a recuperação e síntese proteica.
  2. Redução da fadiga.
  3. Aumento da lipólise (queima de gordura).

 
Como benefícios para as pessoas em geral, ele também é um complemento nutricional importante para aqueles que não comem bem por falta de apetite, principalmente idosos. Para pessoas acima do peso, ajustando-se quantidades e horários de consumo ele é um grande aliado na perda de gordura, principalmente pelo seu efeito sacietogênico devido à presença de GLP-1 na sua fórmula.
 
Outros benefícios incluem: auxiliar no tratamento de doenças degenerativas como ELA (esclerose lateral amiotrófica), melhora da imunidade por aumentar o nível de linfócitos, manutenção nos níveis de açúcar do sangue, relevante no aumento da densidade mineral óssea (principalmente em idosos), reparador de fibras musculares, serve como complemento nas dietas de emagrecimento, ajuda na síntese de colágeno na pele auxiliando cicatrizações em geral.
 

Tipos de whey portein

 
Usualmente, a whey protein é classificada como: concentrado, isolado e hidrolisado.

  • CONCENTRADA: Na sua composição está a proteína na íntegra, a quantidade de gorduras e carboidratos (lactose) varia de acordo com o processamento ao que foi submetido, a concentração de proteínas varia de 70 a 80%, não significando que seja de qualidade inferior, pois pode ser apropriada em determinados momentos.
  • ISOLADA: É a que possui maior quantidade de proteínas sendo obtida por processos de troca iônica e microfiltragem. Possui menor teor de lactose ou até mesmo pode ser isenta dela. A oferta de aminoácidos para os músculos é quase que instantânea.
  • HIDROLISADA: É a proteína de absorção mais rápida, pois as partículas de proteína estão num estado “pré-digerido”, otimizando o tempo de absorção e distribuição na cadeia muscular. Recomendada para o período posterior a série de exercícios ou rotina de treino extenuante.

 

Mix de wheys e blends proteicos

 
Existem fórmulas que combinam os 3 tipos de whey e também existem os blends proteicos time-release, que trazem a combinação de diferentes fontes proteicas como albumina do ovo e a caseína do leite – estes funcionam como suporte para evitar o catabolismo (quebra muscular) nos períodos intermediários da alimentação durante o dia.
 
Portanto a Whey Protein é um suplemento nutricional excelente não só para esportistas, como também para pessoas em geral, idosos e até crianças podem consumir whey protein: nessa faixa etária onde o consumo de achocolatados artificiais é muito alto, a troca pelo whey seria muito benéfica.
 

Sobre a autora

A Dra. Sandra Minakawa (CRM 86213) é médica pós graduada em nutrologia (Abran) e medicina esportiva (Cefit), especialista em pediatria (SBP/AMB) além de supervisora do Ambulatório de Nutrologia Esportiva das Faculdades BWS-SP e responsável técnica da Clínica Dra. Sandra Minakawa – Saúde Integrada.